VOCÊ SABE DEFENDER SUAS IDEIAS?
Quando utilizadas para justificar determinada escolha, as palavras tornam-se argumentos. E eles são essenciais para o convencimento de uma ideia, opinião ou ação.

Em casa, na escola, na rua ou num simples encontro, ao conversar com outras pessoas, expressamos nossas ideias.  Para explicar, defender ou contestar uma opinião, usamos as palavras. Para explicar,  defender ou contestar uma opinião, usamos as palavras.

Para construir bons argumentos, seja em uma conversa, apresentação ou trabalho escrito, a primeira orientação é estar confiante e com embasamento sobre o que será defendido. Conhecer o assunto que será exposto é a base para a construção de justificativas válidas e consistentes.

Também é importante estar bem informado sobre os diversos públicos e conhecer, principalmente, as razões, motivos e ideias defendidas por eles.

Argumentando com o projeto

A cada etapa do Projeto AES Eletropaulo nas Escolas, os alunos participantes são incentivados a planejar a argumentação e encontrar justificativas relevantes e adequadas para defender suas ideias e ações. No Caça-Desperdício (Desafio 3), há diversos exemplos que auxiliam os estudantes a convencerem as pessoas a reduzirem o consumo de água e energia elétrica. Conheça alguns deles:

  • Economizar água e energia elétrica é um jeito de poupar dinheiro.
  • Água e energia são essenciais para a vida e temos que usá-las com responsabilidade.
  • É preciso utilizar água e energia elétrica de forma consciente hoje para que nossos netos e bisnetos também possam usufruir dos mesmos recursos.

Outra etapa que exige uma boa argumentação é o Desafio 2 – Em Sala de Aula, que tem o objetivo de envolver e convencer os professores e educadores a participarem das atividades e questões referentes ao consumo de água e de energia elétrica.

Antes mesmo de engajar professores e educadores, os alunos devem ser atraídos pelo tema e pela atividade a ser cumprida. Isabel Aparecida, professora de Geografia da EE Antonio Candido Barone e da EE Dep. Norberto Mayer Filho, conta que uma das maneiras encontradas para chamar a atenção de seus alunos foi lembrar a importância de preservar os recursos e manter o planeta saudável para as futuras gerações.

“Após o convite do Projeto AES Eletropaulo nas Escolas, comecei a pesquisar vários temas sobre a preservação do meio ambiente, recursos naturais, fontes de energia e alguns estudos de caso. Ao elaborar os planos de aula, senti a necessidade de discutir com os alunos algo mais aprazível como ‘o futuro de seus filhos e a sustentabilidade’ e ‘o consumo globalizado e suas consequências’”, explica Isabel.

A partir disso, os alunos se envolveram ainda mais com o projeto, e as discussões geraram debates, construção de textos, imagens e ideias para a realização das atividades. “Sentindo-se responsáveis pela conscientização a respeito do tema, eles convidaram e envolveram professores e educadores no Desafio 2. Com as discussões e atividades realizadas em sala de aula e em outros espaços (sala de vídeo, sala de informática, sala dos professores), os estudantes argumentaram sobre a importância de transmitir e praticar pequenas ações, relevantes em nosso cotidiano, engajando a participação de todos que estão inseridos no ambiente escolar”, conta a professora.

Ótimas dicas e ótimo exemplo de como envolver todos na participação do projeto, concorda? Então, agora chegou a sua vez de praticar seus argumentos. :)